Comida de Breivik analisada para detectar veneno

Autoridades temem tentativa de vingança e estão atentas a possível suicídio

A cela de sete metros quadrados em que Anders Behring Breivik está detido é inspeccionada várias vezes por hora para evitar qualquer tentativa de fuga. Além disso, toda a comida ingerida pelo autor do massacre de Oslo e Utoya, que custou a vida a 77 pessoas, é alvo de análises, de forma a prevenir possíveis envenenamentos. As autoridades temem uma vingança, mas também o suicídio.

Breivik só sai desta antiga prisão feminina (que foi também campo de concentração nazi) para ser interrogado.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG