Cerca de 500 "indignados" protestam em Madrid

Cerca de 500 pessoas, segundo a polícia, estão a participar hoje em Madrid em mais uma manifestação do Movimento 15M para exigir uma mudança no modelo económico, social e político, a uma semana das eleições gerais no país.

A marcha arrancou ao meio-dia da estação de Atocha e dirigiu-se para a Puerta del Sol, encabeçada por quatro manifestantes com nariz de palhaço que transportavam um caixão de cartão, seguidos de uma faixa com a frase "Mudança de modelo já". No interior do caixão podia ver-se uma figura cuja cabeça é uma montagem fotográfica das caras dos candidatos Alfredo Pérez Rubalcaba e Mariano Rajoy e o símbolo do dólar com sangue, símbolo da "morte do sistema capitalista" e de que os dois líderes políticos "são o mesmo".

"Democracia, onde estás?", "Que cada voto valha o mesmo" e "lei eleitoral mais justa já" eram algumas mensagens escritas em cartazes empunhados pelos manifestantes, que gritavam palavras de ordem como: "Não há pão para tanto chouriço" e "Somos todos a Grécia". Um grande contingente policial acompanhou a marcha, que cortou a faixa da direita do Paseo del Prado. " chegada ao Palácio da Bolsa, os manifestantes cantaram "Aí estão os especuladores" e protagonizaram o protesto mais ruidoso de todo o percurso. Apesar de a manifestação ocorrer uma semana antes das eleições gerais, os indignados argumentaram desde o início que o objetivo não era orientar o voto, "mas sim fazer uma crítica forte ao sistema atual, bem como propor uma mudança de modelo", nas palavras de Jaime del Val, membro do grupo Acampados de Sol.

O porta-voz do movimento Democracia Real Ya, Miguel Ángel Valencia, assegurou por seu lado que são muitos os motivos para sair à rua, porque há um descontentamento total: "Em Espanha temos um problema sério, porque partimos da teoria de que já estamos a ser intervencionados, mas não nos querem dizer." Na Puerta del Sol está prevista a realização de um debate, denominado Fórum Social, no qual serão discutidas as propostas apresentadas por cidadãos através de diferentes iniciativas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG