Casamento homossexual tornou-se legal na Grã-Bretanha

Os primeiros casamentos homossexuais foram hoje celebrados após a meia-noite em Inglaterra e no País de Gales, após a entrada em vigor de uma lei há muito aguardada.

Uma lei histórica a legalizar o casamento homossexual entrou em vigor sábado pouco depois das 00.00 em Inglaterra e no País de Gales, última etapa de um longo combate dos defensores dos direitos dos homossexuais.

Os primeiros casamentos entre gays e lésbicas foram de imediato celebrados na esperança de serem os primeiros casais dizerem "sim", um momento classificado como "importante para o país" pelo primeiro-ministro britânico David Cameron.

"Para o dizer em palavras simples, deixou de ter importância na Grã-Bretanha ser-se heterossexual ou homossexual - o Estado reconhecerá a vossa relação da mesma maneira", disse Cameron.

Esta reforma, na qual os defensores dos direitos homossexuais se empenharam vivamente, é sobretudo simbólica, já que os casais homossexuais beneficiam dos mesmos direitos parentais que os heterossexuais: podem adotar, recorrer à procriação medicamente assistida e a uma mãe de aluguer, desde que não seja remunerada. Podem também, desde 2005, unir-se no quadro de uma união civil.

Uma sondagem publicada sexta-feira pela rádio BBC junto de 1007 britânico revela que cerca de 22% dos inquiridos recusariam um convite para assistirem a um casamento gay, ainda que 68% seja favorável a esta reforma.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG