Carta armadilhada enviada ao Presidente da Alemanha

Uma carta armadilhada endereçada ao chefe de Estado alemão, Joachim Gauck, foi hoje encontrada nas instalações do palácio presidencial de Bellevue, em Berlim, onde foi desativada por uma unidade especial da polícia federal, avança a imprensa germânica.

A informação foi confirmada ao jornal alemão "Die Welt" e à revista "Focus" por altos responsáveis pela segurança do Estado alemão.

De acordo com as mesmas fontes, o pó encontrado na carta armadilhada continha HMTD, uma substancia orgânica altamente explosiva.

O Presidente alemão não se encontrava no local e nenhum dos seus funcionários correu alguma vez perigo, afirmou um porta-voz do gabinete de Joachim Gauck, citado pela imprensa.

A carta armadilhada foi desativada por uma unidade especializada da Polícia Federal alemã e as autoridades judiciárias alemãs (Bundeskriminalamt) já estão a investigar o caso.

Exclusivos