Carne brasileira bloqueada na Holanda

Dois carregamentos de carne brasileira de 35 toneladas foram recentemente bloqueados à chegada ao porto de Roterdão, Holanda, depois se detetar a presença da bactéria E. coli, anunciaram hoje as autoridades holandesas de segurança alimentar.

"Desde o começo do ano nós bloqueámos dois carregamentos provenientes do Brasil, porque detetámos uma variante da bactéria E. coli . Não é conhecida por ser altamente patogénica mas obriga, porém, a interditar a sua comercialização", explicou Tjitte Mastenbroek, porta-voz da autoridade, contactada a partir de Paris pela AFP.

Os dois carregamentos, de 10 e 25 toneladas, foram intercetados a 19 de fevereiro e a 10 de abril, no porto de Roterdão, uma das principais portas de entrada da carne bovina brasileira na União Europeia.

A associação brasileira dos exportadores de Carne (Abiec) contestou num comunicado a validade dos testes. Segundo a organização, a Holanda modificou o método e a sensibilidade dos testes da bactéria E. coli, depois da crise sanitária que ocorreu a Europa em 2011.

Escheria coli - abreviada para E. coli - é uma bactéria de que certas variantes são suscetíveis de provocar graves infeções. A sua presença provocou mais de 40 mortes na Europa em 2011.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG