Cardeais devem ajudar a reencontrar valores da família

O papa pediu hoje aos cardeais de todo o mundo, reunidos num consistório extraordinário, que ajudem os fiéis a reencontrar os valores da família, "depreciada e maltratada", mas que é "a célula fundamental da sociedade humana".

Após três dias de encontros do "G8" dos conselheiros do papa sobre as reformas da Igreja, os cardeais reuniram-se na "sala do sínodo" do Vaticano.

Os três cardeais portugueses, José Policarpo, José Saraiva Martins e Manuel Monteiro de Castro, participam nos trabalhos.

Os cardeais vão realizar várias sessões, até sexta-feira, sobre o tema a "pastoral da família", perante as delicadas evoluções na sociedade (divórcios frequentes, contraceção generalizada, coabitação fora do casamento, casais homossexuais).

"A família é atualmente depreciada, maltratada e aquilo que nos é pedido, é reconhecer como é belo, verdadeiro e bom formar uma família, ser uma família nos nossos dias, e como é indispensável para o futuro da humanidade. É nos pedido que destaquemos o luminoso plano de Deus sobre a família", disse Francisco aos cardeais, numa mensagem de boas-vindas.

Ao pedir aos cardeais para definirem "uma pastoral corajosa, inteligente e cheia de amor", o papa argentino expôs este "plano de Deus" em algumas palavras.

"A família é a célula fundamental da sociedade humana. Desde o início, o Criador abençoou o homem e a mulher para que fossem fecundos e se multiplicassem na Terra. Assim, a família representa no mundo um reflexo de Deus", afirmou Francisco.

Este consistório é a primeira grande cimeira da Igreja católica, desde o conclave que elegeu Francisco a 13 de março do anos passado, na sequência da resignação de Bento XVI, em fevereiro.

A família estará também em foco no sínodo dos bispos, entre 05 e 19 de outubro próximo, de acordo com o texto preparatório do encontro, acompanhado por um questionário de 38 perguntas, numa consulta alargada às comunidades católicas sobre as principais questões ligadas à família e ao casamento.

O sínodo dos bispos dedicado ao tema da família vai ter duas assembleias gerais, uma extraordinária em outubro deste anos e uma ordinária em outubro de 2015.

No sábado, na basílica de S.Pedro, 19 novos cardeais vão receber o barrete e o anel cardinalício das mãos do papa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG