Britânico processado devido a chocalhos das suas vacas

O francês Yves Meignam processou o britânico Edward Elgar, de 63 anos, residente em Tornac (sul de França), argumentando que o barulho da manada que pasta nas suas terras lhe causa "exaustão e ansiedade".

Segundo o 'The Guardian', a queixa será ouvida pelo tribunal de Alès que, caso considere Elgar culpado, pode decidir multá-lo até cinco mil euros. No banco dos réus também se senta o agricultor Claude Mesjeans, o dono das vacas que pastam nas terras do britânico.

Mais de 1600 pessoas assinaram uma petição online em defesa de Elgar e Mesjeans, sugerindo que Meignam não está "talhado" para a vida no campo e deve regressar à cidade. E criticando o facto de o sistema legal francês estar a ser sobrecarregado com a "inconveniência" de alguém.

"A primeira vez que ouvir algo sobre isto foi quando recebi uma carta do advogado dele", explica Elgar, citado pelo 'The Guardian'. "Sinto pena deste tolo. Os advogados exploram-no ao encorajá-lo a ir a tribunal por causa de um tema trivial. Tornou-se motivo de risota."

Na sua defesa, Mesjeans explica que é a primeira vez que as suas vacas estão a ser acusadas de incomodar alguém. Diz ainda que é tradição as vacas usarem chocalhos, já que isso permite diferenciá-las.

(Corrigido às 13.30)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG