Berlusconi atraiçoado pelo seu n.º 2

O "número dois" do Povo da Liberdade (PDL), partido de centro-direita do antigo primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, pediu hoje que "todo o partido" apoie a moção de confiança ao governo de Enrico Letta.

"Estou firmemente convencido que o nosso partido, em peso, deve votar a favor de Letta", declarou Angelino Alfano, em contradição com a ordem de rutura com o governo de união esquerda-direita declarada no sábado por Berlusconi.

A votação da moção de confiança está agendada para quarta-feira.

"Temos pessoas suficientes, somos mais de 40 e estamos determinados em manter o equilíbrio do governo. Portanto, apoiaremos a moção de confiança", afirmou também o senador Carlo Giovanardi, membro do PDL, aos jornalistas.

À cadeia de televisão italiana Sky TG24, Giovanardi afirmou ser "possível que amanhã (quarta-feira) todo o PDL vote a favor da (moção de) confiança".

Depois de Berlusconi, de 77 anos, ter decidido no sábado retirar os cinco ministros do PDL que integravam o executivo, Letta anunciou que ia apresentar-se no parlamento, para debate e votação de um programa governamental até 2015.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG