Bélgica revê orçamento para cumprir limites do défice

O Governo belga reviu, no domingo, o orçamento para 2013 e traçou as grandes linhas para o de 2014, para respeitar os compromissos europeus de redução do défice, anunciou o primeiro-ministro, Elio Di Rupo.

"Temos um acordo sobre o controlo do orçamento de 2013 e sobre a maior parte do orçamento federal de 2014", declarou no domingo, na sua conta Twitter, o primeiro-ministro belga, à saída de uma longa jornada de negociações com os principais ministros do seu Governo.

Trata-se, na opinião de Elio Di Rupo, de um "bom acordo, equilibrado, que combina as economias sustentáveis, novas receitas justas e um apoio às Pequenas e Médias Empresas".

As medidas do governo belga serão apresentadas hoje em detalhe, adiantou o primeiro-ministro belga.

Elio Di Rupo lidera, desde 2011, uma coligação composta por socialistas, liberais e democratas-cristãos.

A Comissão Europeia deu até setembro para a Bélgica repor, em 2013, o seu défice em 2,7 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG