Bactéria E.coli faz mais duas vítimas mortais

A estirpe virulenta da bactéria E.coli, que pode provocar diarreias mortais, causou duas novas vítimas na Alemanha, indicou hoje uma autoridade sanitária, o que faz aumentar para 35 o número de mortos da epidemia.

"Estamos com 34 mortos na Alemanha (a outra vítima mortal foi registada na Suécia)", disse à agência noticiosa francesa AFP Guenther Dettweiler, porta-voz do Instituto Robert Koch, que é o instituto federal de fiscalização sanitária.

Das 34 vítimas alemãs, Dettweiler precisou que 22 pessoas morreram de síndrome hemolítica urémica, a complicação renal mais grave da doença, e as outras 12 por outros motivos relacionados com a infecção.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) também apresenta os mesmos dados, 34 mortos na Alemanha e um na Suécia, no seu "site" na Internet.

A OMS tem registados um total de 3.255 casos da doença confirmados ou suspeitos em 16 países (Alemanha, Suécia, Áustria, Canadá, França, República Checa, Grécia, Holanda, Luxemburgo, Noruega, Polónia, Espanha, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos. Com cinco excepções, segundo a OMS, todos os casos têm uma ligação com a Alemanha.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG