Alemanha endurece regras para imigrantes

O Conselho de Ministros alemão aprovou ontem regras mais duras para os imigrantes que queiram viver na maior economia da UE. Entre outras medidas, o plano prevê que quem não arranjar trabalho num prazo de seis meses deve abandonar a Alemanha e que quem for apanhado a beneficiar de prestações sociais de forma fraudulenta seja impedido de voltar ao país durante cinco anos.

O ministro do Interior alemão, citado pela Reuters e AFP, fez saber que o projeto de lei - baseado nas recomendações que foram feitas por um painel governamental - deverá entrar em vigor em 2015 (ainda não existe data definida para a votação no Parlamento federal). "Acreditamos que é possível controlar este problema e ao mesmo tempo respeitar a liberdade de movimentos na União Europeia", disse Thomas de Maiziere.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG