Aeroporto de Madrid terá o nome de Adolfo Suárez

O aeroporto de Madrid-Barajas terá o nome do ex-presidente do governo espanhol Adolfo Suárez, que morreu no domingo aos 81 anos, segundo uma proposta do primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy, divulgou hoje o Ministério do Fomento espanhol.

O ministério aprovou uma ordem ministerial que altera a denominação oficial do aeroporto internacional que passa a designar-se Aeroporto Adolfo Suárez, Madrid-Barajas.

Adolfo Suárez, primeiro presidente do governo de Espanha após a ditadura de Franco (1936-1975), morreu no domingo na capital espanhola aos 81 anos.

Suárez estava internado desde a passada segunda-feira, depois de ter sofrido um agravamento do seu estado neurológico.

Foi um político chave na transição pacífica da ditadura para a democracia em Espanha, tendo marcado o seu mandato a aprovação da lei da amnistia, a legalização dos partidos e sindicatos e a convocação das eleições livres de 1977.

O Governo espanhol decretou três dias de luto oficial pela morte do político.

O corpo de Suárez está, desde as 09:00 de hoje (08:00 em Lisboa), em câmara ardente no Congresso dos Deputados, estando o funeral marcado para terça-feira em Ávila.

O funeral de Estado decorre no próximo dia 31 de março na Catedral de Almudena em Madrid.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG