63 letras - o alemão perde a sua palavra mais longa

Tem 63 letras e significa "lei que delega a monitorização da carne de vaca". Esta palavra alemã - língua conhecida pelo gosto por palavras compostas e intermináveis - foi criada em 1999, em plena crise das vacas loucas, mas vai desaparecer.

Nem a paixão dos alemães por palavras compostas parece resistir às diretivas da União Europeia. Rindfleischetikettierungsueberwachungsaufgabenuebertragungsgesetz foi uma palavra inventada em 1999 para designar a "lei que delega a monitorização da carne de vaca". Mas agora, irá deixar de existir, uma vez que Bruxelas mudou as regras de testes à carne de bovino.

Abreviada RkReUAUG - mais curto, mas não muito mais fácil de dizer! - Rindfleischetikettierungsueberwachungsaufgabenuebertragungsgesetz foi uma consequência direta da doença das vacas loucas. Agora, com a UE a decretar o fim da necessidade de se testar a carne de bovino saudável nos matadouro, deixa de fazer sentido a sua existência.

O título de palavra mais longa da língua alemã deverá assim passar para Donaudampfschifffahrtsgesellschaftskapitaenswitwe, que significa "viúva de um capitão de um navio de companhia do Danúbio". Mas no dicionário, a palavra mais longa continua a ser Kraftfahrzeughaftpflichtversicherung, que significa "seguro de responsabilidade automóvel".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG