458 jornalistas, de Portugal ao Japão

Quatrocentos e cinquenta e oito jornalistas estrangeiros estão acreditados para cobrir o referendo, apurou o DN junto do gabinete de imprensa do Ministério do Ambiente e Governo local. Portugal, Reino Unido, Alemanha, Suécia, França, Polónia e Espanha estão entre os países membros da União Europeia que destacaram profissionais da comunicação social à Irlanda. Mas o interesse pelo decisivo referendo irlandês está muito longe de se confinar às fronteiras da UE. Rússia, República Popular da China, Croácia, Suíça e Japão são algumas das origens extracomunitárias dos restantes jornalistas também enviados à Irlanda.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG