Venezuela acusa Twitter de violar liberdade de expressão

A Venezuela acusou hoje o Twitter de violar a liberdade de expressão ao suspender a conta do atual governador do Estado central de Arágua e ex-ministro do Interior e Justiça, Tarek El Aissami.

"A empresa Twitter decidiu suspender (na quinta-feira) a conta do Governador de Arágua, Tareck El Aissami, em violação da liberdade de expressão", disse a ministra de Comunicação e Informação da Venezuela, Delcy Rodríguez.

A Venezuela vai avançar com ações legais contra a empresa detentora do Twitter "por esta prática abusiva e ilegal" de "intempestivamente decidir suspender a conta de um líder da revolução" bolivariana, afirmou Delcy Rodríguez, exigindo a imediata reativação da conta.

"Onde estava a empresa quando extremistas espalharam campanhas de terrorismo psicológico contra o povo da Venezuela?", questionou.

Exclusivos

Premium

Contratos públicos

Empresa que contratava médicos para prisões não pagou e sumiu

O Estado adjudicou à Corevalue Healthcare Solutions, Lda. o recrutamento de médicos, enfermeiros, psicólogos e auxiliares para as prisões. A empresa recrutou, não pagou e está incontactável. Em Lisboa há mais de 30 profissionais nesta situação e 40 mil euros por pagar. A Direção dos Serviços Prisionais diz nada poder fazer.