Senador anti-violência detido por tráfico de armas

Leland Yee, senador estadual da Califórnia, foi detido numa operação do FBI contra a corrupção pública, tendo alegadamente prometido a um agente infiltrado que o poria em contacto com traficantes de armas em troca de apoio para a sua campanha.

O senador democrata, que defendia uma nova lei das armas e que tentou introduzir legislação contra a venda de jogos violentos a menores na Califórnia, foi acusado de tráfico de armas e corrupção, podendo vir a ser condenado a 16 anos de prisão.

Leland Yee, que nasceu na China e chegou aos EUA com três anos, aguarda a continuação do processo em liberdade, depois de ter pago uma fiança de 500 mil dólares.

Juntamente com o senador foram detidas mais 25 pessoas, que fariam parte do mesmo grupo organizado, suspeito de estar envolvido em contrabando de armas, branqueamento de dinheiro e tráfico de influências.

As investigações do FBI começaram em 2011 e contavam com vários agentes infiltrados na rede, ligada à mafia chinesa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG