Republicanos respondem às acusações de Barack Obama

O líder republicano da Câmara dos Representantes respondeu ao presidente norte-americano, dizendo que este foi eleito "para liderar e não para acusar".

Barack Obama considerou hoje, numa entrevista à cadeia televisiva NBC, que a falta de acordo sobre o orçamento do país para 2013 é da responsabilidade dos republicanos, que não admitem uma subida de impostos para os mais ricos.

O presidente dos EUA disse que tem sido "muito difícil" aos republicanos aceitarem que "os impostos sobre os americanos mais ricos devem subir um pouco, enquanto parte do esforço para estabelecer um pacote de redução do défice" da maior economia do mundo.

Em resposta, John Boehner, líder republicano da Câmara dos Representantes, afirmou que o presidente foi eleito "para liderar e não para acusar". Disse ainda que tem sido recorrente nas negociações a recusa do democrata Barack Obama em aceitar qualquer solução que vá contra o seu próprio partido.

Se os responsáveis não conseguirem chegar a um entendimento até ao final do ano, isso significará a aplicação automática em janeiro de um aumento de impostos e de um corte rigoroso da despesa pública nos EUA, que os economistas alertam poder conduzir o país a uma recessão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG