Porto de Oakland foi reaberto

O porto de Oakland (Califórnia), o quarto mais movimentado dos Estados Unidos, reabriu hoje após ter sido encerrado na quarta-feira, na sequência de uma manifestação do movimento de contestação popular contra o sistema financeiro.

"Os trabalhadores do porto começaram a regressar aos seus postos de trabalho e a atividade do porto foi restabelecida em parte", indicou um comunicado das autoridades do porto, localizado na baía de São Francisco.

Cerca de três mil pessoas, segundo a polícia de Oakland, concentraram-se na quarta-feira nas instalações do porto.

Os protestos foram organizados pela plataforma "Ocupar Oakland", que deriva do movimento "Ocupar Wall Street", cujos protestos anti-capitalistas começaram a 17 de setembro e tiveram réplicas em todo o mundo.

Durante a tarde de quarta-feira, as autoridades decidiram encerrar todas as atividades portuárias por motivos de segurança.

A par da concentração no porto, cerca de 4.500 pessoas manifestaram-se no centro da cidade de Oakland.

De acordo com a polícia, ocorreram durante a noite alguns incidentes "isolados" de violência no centro da cidade, atos que foram incitados por grupos de anarquistas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG