Polícia lança gás lacrimogéneo contra manifestantes

A polícia antimotim disparou, na noite de domingo, gás lacrimogéneo para dispersar um protesto em St Louis, subúrbio de Ferguson, no estado norte-americano do Missouri, onde um adolescente negro desarmado foi morto a tiro há uma semana por um agente.

As forças de segurança tentavam dispersar um grupo, sobretudo de jovens, mobilizado cerca de três horas antes da meia-noite (06:00 em Lisboa), hora em que entrou em vigor o recolher obrigatório.

Alguns jovens transportavam cartazes em protesto contra a brutalidade da polícia, de acordo imagens transmitidas pela televisão.

Muitos levantaram as mãos em sinal de rendição, enquanto outros 'devolveram' as granadas de gás lacrimogéneo lançadas pela polícia.

Imagens publicadas no Twitter mostram também atos de vandalismo, com janelas de um a McDonald's a serem partidas.

A cidade de Ferguson tem sido palco de uma onda de violência desde que Michael Brown, de 18 anos, foi morto a tiro pela polícia no dia 09 de agosto.

No passado sábado, o governador do estado norte-americano do Missouri (centro-oeste) decretou o estado de emergência e o recolher obrigatório em Ferguson, na sequência da morte do adolescente negro e de noites consecutivas de protestos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG