Polícia ainda procura atirador na universidade de Virgínia

(ACTUALIZADA às 17.40) A universidade norte-americana Virginia Tech continua esta tarde em alerta maximo, com a polícia a prosseguir as buscas para encontrar de um suposto atirador que foi avistado no início da tarde.

Porta-vozes da universidade onde em 2007 um estudante armado matou 32 pessoas anunciaram esta tarde que estava um atirador à solta no "campus", como avançou a agência AP.

"Há uma pessoa armada perto de Dietrick. Permaneçam com as portas trancadas. Já foi accionada a emergência. Liguem 911 para ajuda", pode ler-se na mensagem deixada no site da universidade (ver imagem em cima).

O alerta foi emitido às 9:37 locais (14:37 em Lisboa), advertindo para a presença de um homem armado perto de Dietrick Hall - uma cantina muito próxima do dormitório onde começou o massacre de 2007.

Aparentemente, um grupo de estudantes terá visto um homem armado nas imediações da universidade que se dirigia para as instalações onde estão situados os campos de voleibol.

As autoridades da universidade dizem estar em busca de um homem branco de cabelo castanho claro e 1,83 metros de altura, com uma camisa às riscas azuis e brancas, calções cinzentos e sandálias.

Há quatro anos, um estudante de origem sul-coreana com perturbações mentais, Seung-Hui Cho, matou 32 pessoas no "campus" da Virginia Tech antes de se suicidar.

Todas as forças policiais de Montgomery County (município onde se situa a universidade, no estado da Virgínia, sudeste dos EUA) foram mobilizadas para procurar o indivíduo. Não havia por enquanto registo de quaisquer vítimas ou sequer de disparos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG