Perpétua para jovem de 17 anos por homicídio de turistas

Um jovem de 17 anos foi condenado a pena de prisão perpétua por ter assassinado, em abril de 2011, dois turistas britânicos na Florida, Estados Unidos, anunciou hoje um responsável do tribunal à agência AFP.

Shawn Tyson, que tinha 16 anos na altura dos homicídios, foi agora julgado como adulto por um juiz de Sarasota, no oeste da Florida, e condenado a duas penas de prisão perpétua sem hipótese de liberdade condicional.

Uma porta-voz do tribunal declarou à AFP que "Tyson, por ser menor de 18 anos, não enfrentou a pena de morte"

Shawn Tyson foi detido em abril de 2011 pelo homicídio de James Cooper, de 25 anos, e James Thomas Kouzaris, de 24 anos, dois turistas britânicos que se afastaram da zona turística para uma área residencial de criminalidade elevada, onde acabaram por ser assassinados.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG