Obama queria que Washington fosse como "House of Cards"

O presidente dos Estados Unidos esteve numa reunião com o patrão da Netfix, que emite a série, e mostrou alguma inveja dos resultados obtidos pelo protagonista, interpretado por Kevin Spacey.

No início de um encontro com os líderes das principais empresas de tecnologia e de Internet, Barack Obama dirigiu-se ao co-fundador da Netfix, Reed Hastings, e perguntou-lhe se este havia levado os episódios da segunda temporada, que só estreia em fevereiro.

"Gostava que as coisas fossem tão eficazes e implacáveis", como na série, disse Obama, perante as gargalhadas dos restantes elementos naquela mesa.

"House of Cards", protagonizada por Kevin Spacey mostra as jogadas do ambicioso Frank Underwood para chegar ao poder num retrato sombrio do funcionamento das instituições da administração em Washington.

"O Underwood consegue muitos resultados", comentou Obama.

A série foi inicialmente emitida pelo canal de televisão pré-pago na Internet Netfix, embora o seu sucesso tenha levado à disponibilização na televisão tradicional. Em Portugal, passou no canal TV Séries.

O encontro de Obama com os patrões destas empresas destinou-se a discutir as questões de segurança e as consequências da divulgação de dados sem autorização, na sequência do caso de espionagem levantado pelas revelações de Edward Snowden.

Neste encontro os patrões das empresas de tecnologia e internet (como Google, Microsoft, Yahoo!, Twitter e Facebook) pediram a Obama "mais transparência" nas atividades de vigilância da NSA.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG