Obama dirige convite a Merkel para ir aos EUA

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, convidou hoje a chanceler alemã, Angela Merkel, a deslocar-se a Washington nos próximos meses, informou a Casa Branca.

Barack Obama telefonou a Merkel para lhe desejar um rápido restabelecimento, após o acidente de esqui que a chanceler sofreu durante as férias e que lhe provocou uma pequena fratura da bacia, e convidou-a a ir a Washington "nos próximos meses, quando for conveniente para ambas as partes", indicou a Casa Branca num comunicado.

Segundo analistas, o convite pode ser visto como uma tentativa de apaziguar a tensão entre os dois países após o escândalo em outubro, quando foram reveladas escutas telefónicas da Agência de Segurança Nacional (NSA) norte-americana ao telemóvel de Angela Merkel.

A chanceler considerou na altura, numa conversa telefónica com Barack Obama, que a atuação da NSA representava uma "quebra de confiança" entre os dois países.

As revelações sobre as escutas da NSA, através da divulgação de documentos por parte do antigo consultor da agência Edward Snowden, prejudicaram as relações entre os Estados Unidos e vários aliados.

Washington nunca confirmou as informações divulgadas pelos meios de comunicação social, mas reconheceu os factos implicitamente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG