Número de feridos nas explosões de Boston revisto para 282

O número de feridos no duplo atentado à bomba em Boston (estado do Massachussetts, EUA), ocorrido na semana passada, foi revisto em alta pelas autoridades norte-americanas, que indicaram que 282 pessoas sofreram ferimentos.

Um porta-voz da comissão de saúde pública de Boston, Nick Martin, citado pelo diário The Boston Globe, indicou que 282 pessoas foram atendidas em 27 hospitais na zona de Boston.

O representante explicou que muitas pessoas com ferimentos ligeiros ou com problemas auditivos provocados pelas explosões estão agora a recorrer às unidades hospitalares para receberem os respetivos tratamentos.

Os dados anteriores indicavam que o número de feridos do duplo atentado rondava os 180. Cerca de 50 pessoas permaneciam, na segunda-feira, hospitalizadas, incluindo duas em estado crítico (uma criança de sete anos e um homem de 60 anos).

Na segunda-feira, o canal de informação norte-americano CNN indicou que 14 vítimas do duplo atentado tinham sofrido a amputação de um membro ou de parte dele.

As duas explosões, alegadamente perpetradas por dois irmãos de origem chechena que residiam nos Estados Unidos, provocaram três mortes.

Um dos suspeitos, Dzorkhar Tsarnaev, de 19 anos, está hospitalizado com ferimentos de bala. O suspeito foi formalmente acusado na segunda-feira pela justiça norte-americana.

Dzorkhar Tsarnaev foi acusado de usar uma arma de destruição em massa e do crime de destruição de propriedade com uso de explosivos, podendo ser condenado à morte.

O irmão mais velho de Dzorkhar e também suspeito do atentado, Tamerlan Tsarnaev, de 26 anos, sofreu ferimentos durante uma perseguição policial e acabou por morrer.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG