Novo vídeo do autarca de Toronto a fumar crack

O presidente da Câmara de Toronto, Rob Ford, abandonou "temporariamente" a sua campanha de reeleição ao cargo, depois da divulgação da existência de um vídeo comprometedor em que aparece a fumar crack, uma droga derivada da cocaína.

Ford, empresário e político conservador que chegou à câmara de Toronto em 2010, já negou que tenha problemas de dependência apesar de numerosos testemunhos e da existência de fotografias e vídeos em que aparece a consumir drogas.

O novo vídeo revelado pelo jornal "The Globe and Mail" foi gravado no passado fim de semana na casa da irmã do presidente da Câmara de Toronto, Kathy, que, por sua vez, também reconheceu a sua dependência de drogas. O vídeo terá sido gravado por um alegado traficante de droga, que o mostrou a dois jornalistas do "The Globe and Mail", aos quais explicou que se trata de uma de três partes do vídeo completo, pelo qual exige uma quantia de "seis dígitos".

Pouco depois da revelação do vídeo, e da publicação de uma imagem de Ford com um cachimbo idêntico aos usados para consumir crack, o advogado do político emitiu um comunicado a anunciar "temporariamente" a retirada da campanha de reeleição.

A polícia, por seu lado, anunciou que irá averiguar este caso.

Os habitantes de Toronto, a quarta maior cidade da América do Norte e a capital comercial e financeira do Canadá, estão convocados para as urnas em outubro. Apesar dos escândalos que acompanham Ford há anos, o político conservador tem insistido que se apresentará para uma reeleição, afirmando que "ninguém é perfeito".

Ford, a quem foi retirada a maior parte dos poderes em novembro do ano passado depois de admitir ter fumado crack na sequência da divulgação de outros vídeos como este, lançou entretanto uma campanha pública nos meios de comunicação do Canadá e Estados Unidos e afirmou que tinha deixado de consumir drogas e álcool. Mas no início do ano surgiram novos vídeos do político bêbado em locais públicos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG