"Não podemos tolerar isto, temos de mudar"

O Presidente norte-americano, Barack Obama, afirmou hoje (domingo nos Estados Unidos) que o país tem de mudar "para evitar novas tragédias" como a matança numa escola na passada sexta-feira em Newtown.

"Não podemos tolerar isto. Estas tragédias devem terminar e, para acabar com elas, temos de mudar", disse Obama numa vigília em memória dos 26 mortos na escola de Newtown, no Connecticut.

Barack Obama salientou que é obrigação dos Estados Unidos cuidar das suas crianças e "se isso não for bem feito, então nada será bem feito".

"Como podemos dizer como país, que estamos a cumprir as nossas obrigações?", questionou.

O presidente recordou que desde que chegou à Casa Branca é a quarta vez que se desloca a uma localidade vítimas de tiroteios em massa e que entre cada uma das tragédias morreram pessoas devido a armas de fogo em todo o país, muitas delas crianças.

Admitindo existirem "causas complexas" na violência dos Estados Unidos, Barack Obama defendeu, no entanto, que não é aceitável encarar os acontecimentos como o de sexta-feira como "rotineiros".

O presidente deixou ainda a questão se a violência que as crianças do país enfrentam ano após ano é o preço da liberdade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG