Milhares de pessoas protestam na Argentina

Milhares de pessoas estavam esta noite a manifestar-se em Buenos Aires contra uma reforma judiciária, constatou um jornalista da agência AFP na capital argentina.

A manifestação foi convocada pela oposição ao Governo da Presidente argentina, Cristina Kirchner, e deverá terminar em frente à sede do executivo, depois de o Senado ter aprovado na quinta-feira a proposta de reforma judiciária.

Kirchner pretende que o Congresso aprove uma reforma do poder judiciário que prevê a eleição direta pela população de sete dos 19 membros do Conselho da Magistratura, responsável nomeadamente pela nomeação e transferência de juízes.

A oposição alega que esta medida se destina a controlar o poder judiciário, impedindo a presença de magistrados independentes do poder executivo.

Vários casos de corrupção estão em curso na Justiça argentina.

Além de Buenos Aires, foram registados protestos noutras cidades da Argentina.

A par reforma judiciária, as manifestações foram também aproveitadas por muitos para expressar o seu desagrado com outras questões como a inflação e a corrupção.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG