John Kerry discutiu com Abbas "novos" esforços para o processo de paz

O Presidente da Autoridade Palestiniana disse hoje ao secretário de Estado norte-americano, John Kerry, durante um encontro em Amã, Jordânia, que os colonatos israelitas "colocam em perigo" os esforços para a paz, afirmou um embaixador palestiniano.

"Kerry e Mahmud Abbas discutiram possíveis passos para reavivar um novo processo político para a paz", disse o embaixador palestiniano na capital jordana, Attallah Kheiry, em declarações à agência noticiosa francesa AFP.

"Abbas realçou que os colonatos israelitas colocam em perigo o processo de paz e que Israel deve libertar os prisioneiros palestinianos", indicou o mesmo diplomata.

Os dois responsáveis, afirmou Attallah Kheiry, "avaliaram o significado da visita do Presidente norte-americano Barack Obama para os territórios palestinianos".

Durante uma visita de quatro dias ao Médio Oriente, que hoje terminou na Jordânia, Barack Obama encontrou-se com os líderes israelitas e palestinianos em Jerusalém e em Ramallah, tendo defendido que a paz com o povo palestiniano é "o único caminho" para a "verdadeira segurança" de Israel, um aliado tradicional dos Estados Unidos.

Obama também afirmou que Israel deve reconhecer o direito de "autodeterminação e justiça" do povo palestiniano.

No entanto, não existiu, durante o período da viagem, um avanço visível para o impasse das negociações de paz. Israel e os palestinianos não têm negociações diretas há mais de dois anos.

John Kerry, que acompanhou Obama neste périplo, marcado também pela crise na Síria e o controverso dossiê nuclear do Irão, vai permanecer na região e reunir-se, hoje à noite em Jerusalém com o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG