Passarinho volta e diz a Maduro que Chávez "está feliz"

Nas celebrações dos 60 anos de Hugo Chávez, o seu sucessor na presidência da Venezuela, Nicolás Maduro, voltou a garantir que um passarinho lhe apareceu e lhe garantiu que o líder da revolução bolivariana, que morreu em 2013, "está feliz e cheio de amor pela lealdade do seu povo".

"Vou confessar-vos que me apereceu um passarinho, outra vez. Aproximou-se de mim e disse-me que o comandante [Chávez] está feliz e cheio de amor pela lealdado do seu povo, que deve estar orgulho", garantiu Maduro.

O Presidente disse ainda que a pequena ave lhe pediu que não contasse a ninguém a revelação e pediu a todos os presentes em Barinas para não o fazerem. Mas a verdade é que a "aparição" do passarinho chegou aos media.

Durante as celebrações foi cortado um enorme bolo de aniversário e foi inaugurada uma estátua de Chávez financiada pela petrolífera russa Rosnef.

Esta não é a primeira vez que Maduro afirma que uma pequena ave comunica com ele. A 2 de abril de 2013, menos de um mês depois da morte de Chávez, o Presidente afirmou que este lhe apareceu em forma de "passarinho pequenino" numa capela também em Barinas, dando-lhe a bênção antes da campanha para as presidenciais que acabaria por vencer.

Ler mais

Exclusivos