Governo afegão saúda retirada das tropas norte-americanas

O Governo afegão saudou hoje o anúncio do Presidente norte-americano Barack Obama sobre a retirada de 34.000 soldados do país até ao final de 2014, dando por terminada a participação dos Estados Unidos na guerra do Afeganistão.

"Congratulamo-nos com isto", disse o porta-voz do Ministério da Defesa, general Mohammad Zahir Azimi em declarações citadas pela agência AFP.

O mesmo responsável garantiu que as forças afegãs irão assumir todas as responsabilidades em termos de segurança até ao final de 2013.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.