Aécio ganha vantagem nas sondagens no Brasil

As duas primeiras sondagens reveladas esta quinta-feira à noite indicam uma curta vantagem do candidato do PSDB em relação à Presidente Dilma Rousseff. É a primeira vez que acontece, apesar do empate técnico.

São os dois primeiros estudos de opinião divulgados depois da primeira volta nas eleições presidenciais no Brasil e revelam que o apoio da candidata derrota, Marina Silva, à candidatura de Aécio Neves deu um empurrão significativo ao candidato do PSDB.

No estudo do Ibope, para a TV Globo e jornal O Estado de S. Paulo, Aécio tem 46% e Dilma 44%. Um resultado que se repete na sondagem da Datafolha, encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo: 46%-44%.

Refere a comunicação social brasileira que, pela primeira vez, o candidato do PSDB aparece à frente numericamente da candidata do PT. Mas a margem de erro de dois pontos não permite grandes certezas: eles estão empatados tecnicamente.

A campanha até à segunda volta das eleições presidenciais, que se realiza a 26 de outubro, será decisiva para se conhecer quem ocupará o Planalto. Na primeira volta, Dilma teve 41,59% dos votos válidos e Aécio, 33,55%.

Ler mais

Exclusivos