Indignados colombianos criam Partido do Tomate

Um grupo de indignados colombianos criou na quarta-feira o Partido do Tomate, depois de ter organizado várias 'tomatinas' (lançamento de tomates) contra personalidades da política da Colômbia.

Durante a sua apresentação à imprensa, os militantes recomendaram aos "politiqueiros" que se protejam nos próximos lançamentos deste fruto.

O seu texto de apresentação começa assim: "Politiqueiros, abriguem-se, que chegou a chuva de tomates".

No comunicado, convidam a aderir à nova organização todos os que estão "cansados dos politiqueiros e dos seus partidos", aos que acreditam "num mundo melhor" e aos que sonham "com os verdes", mas que "amadureceram num tomate bem vermelho".

Com esta última frase, o novo grupo alude ao Partido Verde, quem nas eleições presidenciais de 2010, protagonizou a Vaga Verde, uma campanha eleitoral promovida por jovens e baseada nas redes sociais, que, porém, não conseguiram fazer eleger o seu candidato, o matemático Antanas Mockus.

O Partido do Tomate já promoveu 'tomatinas' contra o Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, o procurador-geral, Alejandro Ordóñez, o presidente do Senado, Roy Barreras e o ex-Presidente e pré-candidato do direitista Centro Democrático, Francisco Santos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG