Homem admite participação em triplo homicídio

O homem morto na quarta-feira, depois de interrogado pelo FBI sobre a sua relação com um dos alegados autores dos atentados de Boston admitiu ter cometido um triplo homicídio com Tamerlan Tsarnaev, segundo a imprensa.

Os agentes policiais estavam a interrogar o indivíduo de 27 anos acerca do seu eventual papel no homicídio de três homens a 11 de setembro de 2011, em Waltham, no estado do Massachussets, onde as vítimas foram encontradas com as gargantas cortadas e cobertos de marijuana.

Segundo a imprensa norte-americana, o homem de origem chechena, Ibrahim Todashev, conhecia Tsarnaev, o mais velho dos acusados pelo atentado de 15 de abril que fez três mortos e 264 feridos no final da maratona de Boston.

Todashev estaria a ser interrogado há duas horas no seu apartamento, quando tentou atacar um dos investigadores, segundo o New York Times.

O indivíduo teria admitido a sua ligação ao triplo homicídio e incriminado Tsarnaev, sem que tivesse assinado nenhum documento.

Tamerlan, 26, e o irmão, Dzhokhar, 19, são suspeitos da autoria das duas explosões na maratona de Boston, a 15 de abril, ataques que mataram três pessoas e fizeram mais de 260 feridos.

Dzhokhar foi detido depois de uma longa fuga e está atualmente sob custódia policial.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG