EUA reconhecem falta de capacidade para combater cartéis

O director nacional de Inteligência dos Estados Unidos considera que as capacidades das Forças Armadas e da polícia do México continuam "desadequadas" para combater os cartéis de droga e "conter a violência criminosa".

James Clapper entende que, muito embora o México tenha registado "resultados sólidos" na luta contra a droga, também enfrenta "enormes desafios".

O responsável, citado pela agência Efe, falou na quinta-feira, numa audiência na Câmara dos Representantes, sobre as ameaças contra a segurança nacional dos Estados Unidos.

Para o director nacional de Inteligência, as preocupações sobre a violência associada ao tráfico de droga estão bem fundamentadas, a ponto de o governo norte-americano ter elevado recentemente a "categoria número um" a luta contra os narcotraficantes.

Segundo Clapper, o processo de reformas institucionais para fortalecer o Estado de Direito no México ainda "é lento devido à limitação de recursos, a prioridades políticas sobrepostas e à resistência burocrática".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG