Discovery reforma-se com voo sobre Washington

Um dos mais emblemáticos vaivém da Nasa fez ontem a sua última viagem, com direito a sobrevoar o centro da cidade de Washington, antes de chegar ao seu destino final: um museu.

O Discovery, que ia à "boleia" de um Boeing 747 adaptado para este fim, sobrevoou o National Mall (a grande artéria de Washington entre o Capitólio e o Memorial a Lincoln) cerca das 14:00 (hora de Lisboa) a uma altitude de 457 metros, segundo informações da Nasa.

Após sobrevoar por quatro vezes o Monumento a Washington (o famoso obelisco da capital norte-americana), e passar pelo National Mall e o Capitólio, o vaivém aterrou no aeroporto de Dulles, a poucos quilómetros de Washington. Dali será rebocado para o Museu Smithsonian do Ar e Espaço, que fica nas imediações, onde ficará em exposição permanente.

Este voo de despedida foi acompanhado em terra por muitos curiosos, que ocuparam vários telhados para conseguirem ver mais de perto o Discovery.

Ao início do dia o mesmo tinha acontecido do Centro Espacial Kennedy, na Florida, de onde o vaivém tinha partido. Aqui, entre os muitos curiosos, estavam muitos funcionários e antigos funcionários da Nasa.

O Discoveru foi o mais utilizado vaivém da Nasa, com 39 missões, e ainda este ano receberá no museu a companhia do Endeavour e do Enterprise.

De recordar que a frota de vaivéns foi reformada em 2011, depois de 30 anos de serviço, quando terminou a construção da Estação Espacial Internacional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG