Detidos 6 homens por violarem 6 turistas espanholas

O procurador-geral do México disse hoje que já foram detidos seis homens acusados da violação de seis turistas espanholas num local próximo da famosa instância turística de Acapulco.

"Temos seis pessoas detidas, que confessaram tudo", disse Jesus Murillo Karam, em conferência de imprensa, especificando que entre os detidos está um jovem com 16 anos.

Homens encapuçados atacaram um 'bungalow' de praia, onde estavam 14 turistas, em 04 de fevereiro, manietando sete homens espanhóis e violando seis mulheres espanholas, enquanto pouparam uma mulher mexicana.

O México tem procurado limpar a sua imagem de país violento, de forma a convencer os turistas a frequentá-lo, apesar de registar mais de 70 mil mortes desde 2006, por conflitos relacionados com o tráfico de droga.

Acapulco tem tido a sua quota-parte de violência relacionada com a droga, com grupos de traficantes a largarem os corpos e as cabeças dos rivais na rua.

Não obstante, o país continua a atrair três milhões de estrangeiros, que representam um terço dos seus turistas.

O assalto deteriorou ainda mais a reputação da cidade portuária na costa do Pacífico, que já acolheu artistas de Hollywood, como Frank Sinatra e Elizabeth Taylor, a qual tem sido prejudicada pela violência dos últimos anos.

Acapulco tem sido um destino popular para milhares de jovens universitários norte-americanos, que o procuram nas férias de verão.

Estima-se que existam 17 grupos criminosos a operar em Acapulco, alguns dos quais com ligações a dois dos principais cartéis de traficantes, o dos Zetas e o dos Cavaleiros Templários.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG