David Letterman ameaçado em fórum islâmico radical

David Letterman foi ameaçado por um activista islâmico que, num "site" para muçulmanos radicais, incitou os seus seguidores a "cortarem a língua" ao apresentador de televisão e a "calá-lo para sempre".

O autor da ameaça, identificado como "Omar al-Basrawi" instou no fórum "jihad" Shumukh al-Islam os seus seguidores a matarem o apresentador do "The Late Show" após os comentários que teceu sobre as mortes de Osama bin Laden e seu sucessor, Ilyas Kashmiri, tido como "cérebro militar" da Al-Qaida.

Omar al-Basrawi referiu no fórum que o apresentador lançou piadas referenciando Bin Laden e Ilyas Kashmiri, que morreu na sequência de um ataque de um avião não tripulado em Junho no Paquistão, e passou o dedo pelo pescoço simulando a forma como ambos foram abatidos.

"Esta desprezível pessoa fez troça dos líderes dos Mujahedin", indica o "post", colocado no fórum na terça-feira, segundo a SITE, grupo norte-americano monitoriza e traduz a actividade extremista online.

"Não há entre vós um Sayyid al-Nosair Mairi para cortar a língua a esse judeu humilde e o calar para sempre?", escreveu Al-Basrawi, numa alusão ao activista condenado em 1990 pelo assassinato do fundador da defesa judaica, Meir Kahane.

O FBI está a investigar as ameaças de morte.

Esta não é a primeira vez que David Letterman, que não é judeu, é ameaçado.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG