Criança encontrada é filha de uma das mulheres desaparecidas

A criança encontrada na casa em Cleveland, no estado norte-americano de Ohio (norte), onde foram encontradas três mulheres desaparecidas há uma década, é filha de uma das vítimas, confirmaram hoje as autoridades norte-americanas.

Em conferência de imprensa, a polícia revelou que a criança, uma menina de seis anos, é filha de Amanda Berry.

Amanda Berry foi a mulher que conseguiu alertar a polícia, com a ajuda de um vizinho, sobre a sua situação e a de outras duas mulheres também desaparecidas há vários anos, Gina DeJesus e Michele Knight.

Na mesma conferência de imprensa, a polícia confirmou a detenção de três homens, suspeitos de terem mantido em cativeiro as três mulheres.

As autoridades informaram que os três homens são irmãos com idades compreendidos entre os 50 e os 54 anos.

O chefe da polícia de Cleveland, Michael McGrath, identificou os homens como Ariel Castro, de 52 anos, Oneil Castro, de 50 anos, e Pedro Castro, de 54 anos.

"Graças à atitude corajosa de Amanda, as três mulheres estão hoje vivas", afirmou McGrath.

O presidente da câmara de Cleveland, Frank Jackson, reiterou, também em declarações aos jornalistas, que ainda existem "muitas questões não respondidas" sobre este caso.

As autoridades sublinharam que a investigação do caso está a decorrer.

A polícia divulgou ainda que nos últimos anos deslocou-se por duas ocasiões à casa onde estavam as três mulheres. A primeira vez foi em março de 2000 por causa de distúrbios na rua e a segunda, em janeiro de 2014, devido a um assunto relacionado com o trabalho de Ariel Castro como motorista de autocarro.

Nas duas ocasiões, a polícia bateu à porta da casa, mas não obteve qualquer resposta.

A casa onde foram encontradas as três mulheres, duas das quais desapareceram ainda adolescentes, está localizada a poucos quilómetros dos locais onde terão sido sequestradas.

Amanda Berry foi vista pela última vez a 21 de abril de 2003 após sair do trabalho num restaurante de 'fast-food' localizado a poucas centenas de metros da sua casa. A jovem tinha então 16 anos.

Segundo a polícia federal norte-americana (FBI), Gina DeJesus tinha 14 anos quando desapareceu quando caminhava da escola para casa a 02 de abril de 2004.

Michele Knight foi vista pela última vez nas imediações da casa de um primo a 23 de abril de 2002. Na altura, a jovem tinha 21 anos, de acordo com o jornal de Cleveland The Plain Dealer.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG