Bola de fogo cruza o céu em pleno dia

Uma bola de fogo, possivelmente um meteoro, foi avistada a cruzar o céu em Ontário (Canadá), e no estado de Nova Iorque (Estados Unidos da América), no passado domingo.

Como informa a Sociedade Americana de Meteoros (AMS), uma bola de fogo extremamente brilhante que "rivalizava com o próprio sol" atravessou, em pleno dia, os céus desde Ontário, no Canadá, até ao estado de Nova Iorque, nos EUA.

O fenómeno, testemunhado por um grande número de pessoas, foi registado em vídeo. Na filmagem a partir de um carro em Toronto, é possível ver-se por breves segundos um ponto luminoso que cai verticalmente.

A AMS afirma que se trata da terceira bola de fogo observada nos últimos dias na América do Norte: a primeira, uma gigantesca bola com numerosas explosões sónicas, caiu no Arkansas na noite de sexta-feira, dia 2; e a outra, muito brilhante, foi avistada na Carolina do Norte na noite de sábado.

Segundo o relato das testemunhas ao website Earthsky, observaram uma luz azul e uma forte explosão.

A bola de fogo pode ser um meteoróide de meio metro a um metro de diâmetro que explodiu ao entrar na atmosfera com a força de 50 toneladas de TNT, como explica Peter Dawson, astrónomo e professor de Física da Universidade de Trent. Em comparação, o meteoróide de 17 metros de diâmetro que explodiu sobre a cidade russa de Chelyabinsk, partindo janelas e ferindo milhares de pessoas, em fevereiro de 2013, tinha a força de 500 toneladas de TNT.

Este tipo de bolas de fogo não são assim tão raras: entre 2000 e 2013 foram detetadas 26 explosões com diferentes energias causadas por impactos de asteróides.

Na terminologia científica, há três nomes para um corpo celeste como este. Quando ainda está no espaço, diz-se "meteoróide". No momento em que atinge a atmosfera terrestre, passa a "meteoro". Os resíduos encontrados em terra são "meteoritos".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG