Beyoncé e Jay-Z em manifestação pela justiça e igualdade

A cantora pop e o rapper juntaram-se-se hoje, em Nova Iorque, a uma das muitas manifestações que aconteceram nos Estados Unidos em homenagem a Trayvon Martin, cujo assassino foi ilibado há uma semana.

Beyoncé e Jay-Z juntaram-se à mãe do rapaz, de raça negra,- que morreu, aos 17 anos, após ter sido atingido a tiro por um vigilante em fevereiro de 2012 -, a exigir justiça e igualdade.

O organizador da manifestação, Al Sharpton, garantiu que o casal não apareceu para ser fotografado, mas sim em solidariedade com a família de Trayvon Martin.

A mãe do jovem assassinado afirmou que o filho estaria orgulhoso da força dos manifestantes. O pai, numa manifestação em Miami, disse que a morte do filho deverá "servir para fazer mudanças na sociedade e contribuir para revogar leis que permitem que se mate alguém só porque é considerado suspeito".

O assassino do jovem, George Zimmerman, foi absolvido por um júri no sábado perante o argumento da auto-defesa.

Desde então realizaram-se várias manifestações e conflitos raciais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG