Atentado "terrorista" fez sete feridos em Santiago

Pelo menos sete pessoas ficaram hoje feridas na sequência de uma explosão numa estação de metro em Santiago do Chile, um ato considerado "terrorista" pelo governo.

O atentado registou-se na estação da Escola Militar e, segundo fontes médicas, um dos sete feridos, uma mulher, está gravemente ferida.

"Pessoas inocentes foram atingidas por este ato terrorista" disse um porta-voz do governo, Alvaro Elizalde, acrescentando que as autoridades vão responder "com vigor".

De acordo com a imprensa da capital chilena, a explosão foi provocada por uma bomba que foi colocada num caixote do lixo.

O atentado ocorreu durante a hora de almoço numa zona da estação de metropolitano onde estão localizados vários restaurantes.

Todo o local foi isolado pela polícia que está a investigar o atentado que ainda não foi reivindicado.

"Até ao momento sete pessoas foram conduzidas a centros médicos", disse porta-voz da polícia aos jornalistas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG