Acidente com Boeing 737 faz mais de 90 feridos

Um avião Boeing 737 da American Airlines partiu-se ontem ao meio, depois de aterrar no aeroporto internacional de Kingston, deixando 91 pessoas feridas. Não há indicação de vítimas mortais.

Das 152 pessoas que estavam a bordo do voo Miami-Kingston, 91 ficaram feridas sem gravidade – apesar de inicialmente as autoridades terem dado conta de quatro feridos graves –, na sequência de um acidente ocorrido ontem à noite no aeroporto de Kingston, informou o ministro jamaicano da Informação, Daryl Vaz.

A maioria dos passageiros já saiu do hospital público de Kingston, onde recebeu tratamento, disse ainda o ministro da Informação, citado no site da CNN.

“A maioria dos ferimentos são fracturas, cortes e contusões”, explicou Vaz, acrescentando que os passageiros ficaram “seriamente perturbados” pelo acidente. Inicialmente, estimava-se que 40 pessoas tivessem ficado feridas.

O aparelho transportava 146 passageiros e 6 tripulantes, indicou a American Airlines à AFP. O avião tinha partido do aeroporto Ronald Reagan de Washington e feito escala em Washington.

O avião tentava aterrar sob chuva intensa quando saiu da pista do aeroporto internacional de Norman Manley, na Jamaica, e embateu numa barreira, cerca das 22:00h de ontem. Segundo a Associated Press, a fuselagem danificou-se gravemente e o motor e o trem de aterragem da parte direita do Boeing 737 partiram-se com o impacto do avião ao pousar na pista.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG