10 anos de prisão para ex-presidente de Nova Orleães

Ray Nagin foi hoje condenado a 10 anos de prisão por envolvimento num esquema de corrupção num caso ligado à reconstrução da cidade após a passagem do furacão Katrina, em 2005.

O autarca, que liderou Nova Orleães entre 2002 e 2010, tinha sido considerado culpado em fevereiro mas só hoje ficou a conhecer a pena: 10 anos de prisão e a devolução de 84 mil dólares.

A acusação pedia uma pena de prisão entre 15 e 20 anos, mas o juiz considerou que não ficou provado que Ray Nagin fora o líder do esquema de corrupção.

O antigo autarca terá recebido subornos de empresas de construção civil em troca de favorecimento nos contratos para reconstrução de Nova Orleães, devastada pelo furação Katrina, que em 2005 deixou 80% da cidade inundada, que matou 1800 pessoas e provocou danos na ordem dos milhares de milhões de dólares.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG