EUA cedem a iranianos e dão mais tempo para obter acordo

Responsáveis de Teerão garantem que não haverá qualquer acordo no nuclear se a questão das sanções não for resolvida. As seis potências querem deixar Lausana com um acordo político

Washington anunciou ontem que as negociações das seis potências com o Irão sobre o dossiê nuclear iriam prosseguir para além da meia-noite, o que representa uma cedência por parte dos americanos. A decisão ficou a dever-se a progressos, mas também à existência de "questões difíceis" para as quais há que encontrar resposta, embora muitas delas possam ficar adiadas para o acordo final a realizar dentro de três meses.

"Continuaremos a trabalhar se o registo de progressos se mantiver. Trabalharemos até amanhã, desde que seja útil", disse um responsável do Departamento de Estado norte-americano, a coberto do anonimato. Por seu turno, Marie Harf, porta-voz do Departamento de Estado, emitiu um comunicado em que afirmava: "Fizemos progressos suficientes nos últimos dias para valer a pena ficar até quarta-feira." E adiantou: "Permanecem ainda várias questões difíceis."

leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG