Enfermeira suspeita de matar 38 doentes recebe cartas de muitos fãs e propostas de casamento

Admiradores são homens que elogiam a aparência de Daniela Poggiali, que aguarda julgamento numa prisão da cidade de Forli.

É suspeita de ter assassinado 38 pessoas durante os seus turnos no hospital, no entanto, Daniela Poggiali, parece ter ganho muitos admiradores que lhe têm escrito para a prisão onde se encontra detida. Um porta-voz da prisão disse, citado pelo Mirror, que "a maioria [dos fãs] dizem que é bonita" e que até recebeu propostas de casamento.

Daniela Poggiali foi detida depois de uma investigação de três meses. 38 dos 86 doentes que tratou morreram, alegadamente por considerar os pacientes ou alguns dos familiares incómodos. A última morte suspeita foi de uma mulher de 78 anos, que deu entrada no hospital com uma doença pouco grave, acabando por morrer depois de ter sido injetada com elevados níveis de potássio.

A enfermeira tirou ainda fotografias com alguns dos cadáveres, o que leva o advogado que lidera o processo a considerar que as imagens revelam uma "crueldade" que nunca viu em 30 anos de profissão. Alessandro Mancini disse ainda que acredita que Daniela Poggiali não tem qualquer problema psicológico, mas que "simplesmente tinha prazer em matar".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG