Elas preferem ter homens como chefes

Sondagem feita há 61 anos nos EUA foi agora novamente realizada. São menos, mas mesmo assim muitos gostam mais de ter um homem como líder no emprego.

Em 1953, dois terços dos inquiridos disseram que preferiam ter um homem como chefe. O resultado de agora é de um terço. "As mulheres não estão a crescer e a subir [na carreira] como deviam. Não surpreende que as mulheres prefiram trabalhar para homens", afirmou à CNN Amanda Brown, diretora do conselho nacional empresarial de mulheres.

Na sondagem realizada pela Gallup, 39% das mulheres disseram que preferiam ter um homem como chefe, 25% preferem ter uma mulher e para 34% não faz diferença. Quando se junta os resultados de homens e mulheres, 46% não têm preferência.

Amanda Brown levantou ainda a questão da pertinência da realizar uma sondagem igual há de 61 anos. A Gallup respondeu que continuará a colocar perguntar até que todas as respostas sejam iguais. Uma questão que já não é feita: "Qual é o programa favorito para ouvir à noite?"

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG