Ébola mata religioso ganês George Combey

O religioso ganês George Combey, colega do sacerdote Miguel Pajares, morreu esta noite, no Hospital ELWA, em Monrovia, na Libéria, infectado com o vírus do ébola, segundo informou a Ordem Hospitaleira de São João de Deus.

George Combey era enfermeiro no Hospital de São José, em Monróvia, onde trabalhava a freira congolesa Chantal Pascaline, de 47 anos, que morreu no passado sábado, também devido à febre hemorrágica.

Em comunicado, citado pela agência Efe, esta organização afirmou ainda que o estado de saúde do sacerdote espanhol Miguel Pajares e da freira de origem espanhola Juliana Bonoha continua "sem alterações". Todos eles prestavam assistência a doentes com ébola naquele hospital, que agora se encontra fechado.

A freira Paciência Melgar, da Congreção das Missonárias da Imaculada Conceição também se encontra internada no hospuital ELWA, na Libéria, infectada com este vírus.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG