Dilma aumenta vantagem sobre Aécio nas sondagens

As últimas sondagens dão a vitória à presidente brasileira, que no início da campanha para a segunda volta chegou a estar em desvantagem nas pesquisas de opinião em relação ao candidato do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Na sondagem Datafolha, Dilma Rousseff surge com 48% das intenções de voto contra 42% de Aécio Neves. Há ainda 5% de eleitores que dizem votar em branco ou nulo e outros 5% que dizem não saber. Tendo em conta apenas os votos válidos, a presidente tem 53% (mais um ponto que na sondagem anterior) contra 47% de Aécio (menos um ponto).

A margem de erro é de dois pontos percentuais. Foram ouvidos 9910 eleitores em 399 municípios brasileiros nos dias 22 e 23 de outubro.

Na sondagem Ibope, a diferença entre os dois candidatos é maior: oito pontos percentuais. Dilma, que há uma semana aparecia com 43%, surge agora com 49%. Já Aécio cai de 45% para 41%. Há ainda 7% de eleitores que admitem votar branco ou nulo e 3% que não sabem ou não respondem à questão. Tendo em conta apenas os votos válidos, a presidente tem 54% contra 46% de Aécio.

A margem de erro da sondagem Ibope é de dois pontos percentuais, tendo sido ouvidos 3010 eleitores de 203 municípios entre os dias 20 e 22 de outubro.

Em ambas as sondagens, o nível de rejeição à candidatura de Aécio (a percentagem de eleitores que dizem não votar de jeito nenhum nele) é maior do que no caso da presidente. Na Datafolha é de 41% e no Ibope é de 42%. Já em relação a Dilma é 37% na primeira sondagem e 36% na segunda.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG