Desmantelada rede que explorava 400 mulheres

A polícia nacional espanhola desmantelou uma organização criminal que explorava 400 mulheres em seis prostíbulos, situados em várias zonas da Andaluzia, numa operação que resultou em 36 detidos, revelou hoje a agência Efe.

Na operação, a polícia procedeu, por ordem judicial, ao arresto de 57 imóveis, 56 veículos, uma embarcação e apreendeu outros bens, cujo valor estimado supera os 14 milhões de euros.

Os prostíbulos, localizados em Sevilha, Cádiz, Córdoba y Huelva, geravam, cada um, receitas anuais de 1.250.000 euros, segundo dados revelados pela Direção-geral da Polícia.

As mulheres exploradas receavam uma série de regras e "multas", entre as quais o pagamento de 50 euros, caso descansassem sem autorização.

Para a manhã de hoje está agendada uma conferência de imprensa, durante a qual as autoridades deverão facultar mais detalhes sobre a operação policial, escreve ainda a Efe.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG