Dador anónimo vai casar com a mulher que recebeu o seu esperma

O casal já foi contactado pela produtora Working Title Films, que quis comprar os direitos cinematográficos para a história do casal que começou por ter um bebé, e só depois se conheceu e apaixonou.

Aminah Hart tinha 42 anos quando decidiu recorrer à inseminação artificial para ter um bebé. Foi só depois do nascimento da filha que procurou conhecer o dador anónimo de esperma a que recorrera. Os pais da menina conheceram-se, apaixonaram-se, e agora estão noivos.

O dador de esperma é Scott Andersen, agricultor australiano que já tinha quatro filhos saudáveis. Hart, sem saber o aspeto nem o nome completo de Andersen, escolheu o seu esperma por ele se declarar "saudável e feliz" na sua ficha de apresentação. Hart e Petersen conheceram-se um ano depois do nascimento da sua filha Leila, e pouco tempo depois apaixonaram-se.

A história, contada numa reportagem do canal ABC Australia, despertou tanto interesse junto do público que os protagonistas, que estavam de férias na Tailândia quando a peça foi emitida, foram inundados de contactos de jornalistas, e mesmo um da Working Title Films, a produtora de cinema que fez O Diário de Bridget Jones e Notting Hill, que pretendia adquirir os direitos cinematográficos da história. Durante essas férias na Tailândia, Petersen pediu Hart em casamento, reporta a ABC.

A filha de Hart, Leila, tinha cabelo muito loiro e olhos azuis, ao contrário da mãe que é de origem indiana. Foi isso que fez com que a mãe de Hart, Helen Marshall, tomasse a iniciativa de procurar Andersen na Internet, baseada em apenas três pormenores sobre ele: "O primeiro nome, que era criador de gado, e que era treinador de futebol", explicou Marshall ao programa australiano de reportagem, Australian Story.

Aminah Hart já tinha tido dois filhos antes, mas ambos tinham morrido de uma doença genética. Hart, publicitária, admite que a sua história de amor é pouco convencional. "Tira um bocadinho o romance à coisa", disse na reportagem do Australian Story, "quando decides usar esperma de um dador para tentar ter um bebé". Mas a história acabou por tornar-se tão romântica que poderá vir a ser um filme.

Exclusivos